Mostrar mensagens com a etiqueta António Cabral. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta António Cabral. Mostrar todas as mensagens

Entre o Azul e a Circunstância (António Cabral - Dedicatória)

 

Entre o Azul e a Circunstância
(Poesia)

António Cabral

Livros do Nordeste. Edição do autor. Vila Real, 1983. 1ª Edição. In-8.º, de 50 (6) páginas. Brochado.

Exemplar valorizado pela dedicatória manuscrita , datada de 24-4-88 e assinada por António Cabral para a sua colega de letras, a escritora Maria do Pilar Figueiredo.

Exemplar estimado. 25€


Para encomendar, use, por favor, o endereço de email: livrosenarrativas@gmail.com , ou, o contacto telefónico: 91 667 34 09. Obrigado!

O Mar e as Águias - Poesias de António Cabral

 

O Mar e as Águias

- Poesias de António Cabral -

António Cabral

Composto e impresso na Empresa Gráfica do Porto. Porto, 1956. In-4.º, de 74 (2) páginas. Dim: 21,7cm x 16,9cm. Brochado.

Trata-se do segundo livro de poesia de António Cabral.

"Outro Hino

Hão-de as coisas morrer,

Há-de o tempo rolar feito em pedaços,

Há-de sair de tudo o grito do que foi.


Mas... incêndio,

Quem poderá - a ti que és bem maior

Do que todas as águas -

Quem poderá fazer-te em cinza morta?


Hão-de as coisas morrer.

E tu, não.

Raiz de sangue a proclamar sem termo

A eternidade viva do que é vivo!


Boca de sol,

Dizendo, num ribombo de luz forte:

O que não foi vencido pela vida

Também o não será, não, pela morte."

Exemplar estimado.  30€

Antologia dos Poemas Durienses (António Cabral)

 

Antologia dos Poemas Durienses

António Cabral

Edições Tartaruga. Chaves, 1999. In-8.º, de 181 (5) páginas. Dim: 20,5cm x 13,5cm. Brochado. 

"POEMAS DURIENSES (1963)

ESTES MONTES

Estes montes, que se desdobram 

e dobram como um ribombo,

que pesadelo suportariam? 

Que estertor genesíaco os lançou 

neste marulho colossal de pedra? 

Uns rompem como desejos 

subitamente fulminados; 

outros crescem, lentamente crescem, 

uniformes e vagos como a angústia. 

Há os que têm a limpidez do orgulho: 

soltos de abismos e fundões, levantam-se 

e proclamam o seu não 

a toda a forma de terror que mata 

os mais puros desígnios. Outros 

assemelham-se bem à cobardia: 

sem um ímpeto, ao menos, arredondam-se 

e mergulham em torpe languidez. 

Montes parados e lançados, 

doridos e convulsos, curvos, recurvos, aturdidos! 

Que novo cataclismo vos espera? 

Ou que fulgor paradisíaco? 

Estes montes explicam-nos e são 

uma forma daquela convulsão 

originária de que procedemos e ainda suportamos, dia a dia: 

a convulsão em busca da harmonia."

Exemplar estimado.   20€

Para encomendar, use, por favor, o endereço de email: livrosenarrativas@gmail.com , ou, o contacto telefónico: 91 667 34 09. Obrigado!

Jogos Populares Portugueses

 

Jogos Populares Portugueses

António Cabral

Colecção Coisas Nossas. Editorial Domingos Barreira. Porto, s/d (1986). 1ª Edição. Ilustrado. Br.

Índice: Parte I - O JOGO: 1. O jogo popular       2. Três atitudes fundamentais     3. O jogo popular infantil - Natureza e Origem    /    4. O EU e o OUTRO no jogo infantil    /    5. Os jogos populares e o ensino      6. A perspectiva cultural    /      7. Por uma ludossemântica      8. A classificação dos jogos    //   

Parte II - OS JOGOS POPULARES PORTUGUESES: A - Jogos populares portugueses infantis B - Jogos populares portugueses de jovens e de adultos:    1. Jogos populares de Trás-os-Montes e Alto Douro      2. Jogos populares do Minho e de outras regiões      3. Jogos populares do Ribatejo    / 4. Jogos populares das Beiras     //     Apêndice- Jogos populares da Galiza    // Índice alfabético dos jogos

Exemplar estimado.      20€ 

Para encomendar, use, por favor, o endereço de email: livrosenarrativas@gmail.com , ou, o contacto telefónico: 91 667 34 09. Obrigado!